Entre os dias 24 e 26 de julho, o Grupo Malwee participa da 2ª Mostra Laboral do Sistema Prisional Brasileiro, no Centro de Eventos Governador Luiz Henrique da Silveira, em Florianópolis (SC). 

O evento tem o objetivo de promover discussões sobre a política de trabalho prisional e terá uma exposição de trabalhos produzidos por pessoas em privação de liberdade. 

A companhia irá compartilhar sua experiência com o projeto Dobração, realizado no Presídio Regional de Jaraguá do Sul. Ao todo, 24 detentos do sistema semiaberto - com histórico de bom comportamento -  realizam a atividade de etiquetar as roupas, dobrá-las e empacotá-las.  

Os selecionados passam por treinamentos e são acompanhados diariamente por profissionais do Grupo Malwee. “Esse contato é extremamente importante para a reabilitação e inclusão dessas pessoas na sociedade”, afirma Elis Regina Stenger, supervisora de prestação de serviços da empresa. 

Cada detento produz entre 900 e 1000 peças de roupas por dia e recebem uma remuneração de um salário mínimo por mês. Além disso, a cada três dias trabalhados, há redução de um dia de pena. O projeto teve início há três meses e a intenção da empresa é dobrar o número de participantes.

 

Serviço:

2ª Mostra Laboral do Sistema Brasileiro
Centro de Eventos Governador Luiz Henrique da Silveira, em Florianópolis (SC)
Informações: www.sjc.sc.gov.br  

 

 

Comentários